fbpx

Uma boa filha a casa retor… remota! E encara polêmica com a 3ª série

Imagens capturadas durante a aula

 

Filha de ex-alunos, ex-aluna, ex-mãe de aluno, Daniela Martins Laubé* retornou virtualmente – pois vive em Belo Horizonte – para uma aula “espinhosa” sobre os aspectos jurídicos acerca de caso polêmico que viralizou nas redes sociais e gerou análises acaloradas.

 

Atuando na área de mediação de conflitos, a ex-aluna e advogada participou de uma aula com cada turma da 3ªsérie na última quinta-feira, 12 de novembro, para esclarecer um suposto estupro à luz do Direito. A partir de discussões sobre o caso da influenciadora Mariana Ferrer suscitadas por alguns alunos e o vazamento de parte de uma audiência do processo pela imprensa, além de debates desproporcionais nas redes sociais decorrentes de uma manchete equivocada, fez-se necessária uma fundamentação melhor para compreender a questão.

Para tentar desviar e entender os muitos espinhos deste assunto, a formação e experiência no Direito auxiliaram os estudantes a dar continuidade a uma sequência didática sobre argumentação oral e estratégias argumentativas nas aulas de Produção de Texto. De início, os estudantes foram convocados a ler algumas reportagens e artigos sobre o caso, além da própria sentença. Com base nisso, tiveram a tarefa de identificar e registrar argumentos contrários e favoráveis a respeito dos seguintes aspectos: a ocorrência do crime de estupro; a sessão de julgamento (trecho vazado); e a “leitura” de todo o processo pela sociedade.

Quanto mais se aprofundaram no estudo, mais questionamentos surgiram, daí a necessidade da consultoria para entender os aspectos jurídicos envolvidos em tudo que se divulgou até aqui. Assim, os alunos escreveram as dúvidas que foram passadas à profissional para que se pudesse trazer mais razão à análise do caso por parte dos alunos.

Claro que o fato da ex-aluna ser irmã do professor ex-aluno facilitou muito a realização dessa atividade!

 

Prof. Paulo Roberto Laubé

 

* Daniela Martins Laubé, ex-aluna do CSA turma de 1999, bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo (FDSBC), advogada e mediadora de conflitos, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com LLM em Direito Empresarial pela FGV, especialista em Direito público pela FESMPMG (Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais), especialista em Mediação, Conciliação e Arbitragem pelo IDDE (MG), além de poeta com participação na coletânea Sororidade em plena calamidade e instagrammer.

 

Feedback de alunas e alunos

 

O debate, que ocorreu na aula de Produção de Texto sobre o caso da influencer Mariana Ferrer, foi muito interessante, pois podemos analisar de diversos ângulos esse julgamento polêmico. E ter a presença de um especialista na área para conversar conosco foi uma experiência bastante informativa, visto que podemos entender um pouco mais sobre como funciona esse mundo do judiciário.

Matheus Cunha 3°A

No dia 12, tivemos a presença ilustre da advogada Daniela Laubé para discutirmos um pouco mais sobre questões jurídicas sobre o caso que está gerando enormes comoções, Mariana Ferrer. Esse tipo de atividade, além de sair do cotidiano escolar, é extremamente necessária para entendermos um pouco mais de termos jurídicos de casos como este e instigar cada vez mais a procura por materiais com maior qualidade e conteúdo.

Agradeço desde já ao professor Paulo Laubé, o qual faz parte da equipe de professores do Colégio Santo Agostinho, por nos proporcionar esse ensinamento que vai muito além da escola.

Juliana Ota 3°B

Gostei muito da participação da Daniela Laubé, esclareceu todas as dúvidas e tornou o debate completo e argumentativo, deixando o emocional de lado e levando em consideração o lado de seu conhecimento e do direito.  Experiência enriquecedora e esclarecedora, muito importante!

Isabela de Souza 3°B

O diálogo no ambiente escolar faz toda a diferença, nessa aula tivemos uma oportunidade incrível para compreendermos não só a situação de um caso importante, mas também de expandir nossas noções de argumentação. Com a participação da advogada Daniela Laubé, tivemos a experiência de entender um pouco mais sobre o que estávamos debatendo e sobre assuntos legais que são de grande importância. O diálogo que foi aberto pelo professor Paulo, nos fez analisar nossas relações com a mídia e como lidamos e interpretamos as informações que recebemos. Com a junção das nossas discussões e a presença de uma profissional da área do direito me senti mais a par do assunto e de como lidar racionalmente com causas que tanto impactam nossa sociedade. É exatamente esse tipo de atividade e atitude, que faz o diálogo na escola ser tão importante. Registro aqui meu agradecimento!

Ana Flora 3°B

O debate do dia 12 foi extremamente enriquecedor, tivemos a oportunidade de ouvir uma especialista na área jurídica para entender um pouco mais sobre o assunto que estávamos debatendo a algumas aulas, sem dúvida alguma complementou ainda mais os assuntos de maneira clara para dar abertura para novas análises. Foi de extrema importância para conseguirmos desenvolver nossa argumentação, o que é importante não só para redações e trabalhos, mas para conversações de vida, independente do âmbito profissional que cada um seguirá.

Agradeço muito ao Professor Paulo pelas aulas e iniciativa de trazer a advogada Daniela, para conseguir esclarecer tudo e levar isso além do âmbito escolar.

Izabella Marinho 3°B

A aula foi extremamente interessante. A abordagem de um tema polêmico como o caso da Mariana Ferrer foi, para mim, muito importante, pois este foi um claro exemplo de como a justiça nem sempre (ou na maioria da vezes, se preferir) está de acordo com nossos sensos morais, além de mostrar claramente o perigo que é a propagação de fake news, como o uso do termo “estupro culposo” sendo atrelado ao caso no qual nunca foi usado por culpa de um veículo de comunicação. Além disso, a participação de uma profissional da área do direito tornou a aula ainda mais informativa, pois, por ser informada e imparcial, foi possível para nós aprender muito mais que o esperado sobre as motivações da condenação (ou falta desta) no caso. Em suma, esta aula foi, ao menos para minha pessoa, uma experiência importante e a qual desejaria que se repetisse, se possível, em outras ocasiões no futuro.

Matheus Eiji 3°A

Achei a participação da Advogada Daniela Laubé muito válida e interessante para a compreensão de alguns aspectos relacionados aos códigos penais e à legislação brasileira. A participante demonstrou domínio no assunto retratado além de explicar com bastante clareza pontos em que, nas mídias sociais, não ficaram totalmente esclarecidos ou nem foram citados. A advogada estabeleceu uma participação neutra, a qual não defendeu e nem acusou nenhum dos lados do caso. Além do fato de possuir uma argumentação e vocabulário invejáveis. Os alunos poderiam ter tido uma participação mais ativa na minha sala, porém muito legal a presença de uma profissional que entende do tema.

Isabella Cardacci 3°A

“Nossa, que aula!” foi com esse pensamento que segui no decorrer do dia, tentando relembrar cada detalhe da conversa, para que assim, eu pudesse reformular a minha opinião novamente. Foram várias informações novas que eu, particularmente, nunca tive acesso, então foi uma experiência completamente rica de aprendizados e desconstruções que são cruciais para julgarmos qualquer caso.

Fico feliz que tenhamos tratado de um assunto tão sério como esse de forma tão responsável e com tamanha seriedade.

O sentimento que fica dessa experiência é gratidão e honra, pela troca incrível que a Daniela fez com a gente, por ter cedido seu tempo e ter feito daqueles 50 minutos um momento de desconstrução de pensamentos, reflexão, ensinando a deixar a nossa emoção de lado e avaliar a situação com mais imparcialidade e razão.

Aulas como essas me fazem ter orgulho de terminar esse ciclo, que é o ensino médio, em um lugar onde exista esse tipo de diálogo e troca. São aulas como essas que a nossa esperança é regada novamente, por saber que tem gente que ainda se preocupa em fazer isso acontecer. A importância da entrada desse debate em uma sala de aula é enorme, tendo em vista que a nossa geração atual vive imersa em uma era digital que é embebedada de opiniões e argumentos rasos, e saber buscar recursos para avaliar casos tão graves como esse é essencial!

Fica aqui meu agradecimento ao Paulo, por ter organizado tudo isso e a Daniela pela aula incrível que ela nos deu, cessando todas as nossas dúvidas sobre o caso! Que tenhamos mais experiências como essas!

Tatiana Fritsch 3°B

 

Previous

Next

Author

Alex Estevão

Profissional de comunicação especializado em gestão de marketing, direção de arte e design, fotografia, produção de conteúdo, planejamento e organização de eventos, gestão de marca, assessoria de imprensa e produção audiovisual.

Assine nossa newsletter