Dicas de Leitura: Férias… ler é bom D+

Eva

BOTELHO, Margarida – Editora Paulinas

EVA é a história documental de duas culturas que poderão ter mais coisas em comum do que à partida se imagina. Eva ou Evas… uma menina que vive na EUROPA, num país que poderá ser PORTUGAL, e outra menina que vive em ÁFRICA, num país que poderá ser MOÇAMBIQUE, iniciam em lados opostos do livro uma viagem para o encontro! Eva é um livro que celebra a diversidade e a pluralidade do mundo com os seus encontros e desencontros. Eva é também um livro que apresenta uma expressão visual desafiante para o leitor.

Eva é o primeiro livro da coleção POKA POKANI. Esta coleção é parte integrante de um projeto artístico de intervenção comunitária que assenta na criação, e no registo documental, de histórias na primeira pessoa, originárias de geografias lusófonas e não só. O projeto, que celebra o encontro entre diferentes mundos, terá as imagens e as palavras dos vários participantes locais, que a autora e mediadora Margarida Botelho reflete numa visão em forma de livro depois de cada encontro.

O primeiro destes encontros teve lugar em Moçambique em 2009/2010, com o apoio da Dgartes, da Unesco e do Centro Nacional de Cultura. E assim nasceu o primeiro livro da coleção: Eva, entre a vivência num campo de refugiados e numa ilha de espíritos, a de Moçambique.

Conto Africano – Cultura Africana

O lago secou

DOYLE, AnthonyEditora Cia das Letrinhas

Era uma vez uma menina que adorava nadar. Depois de tanto se divertir no lago do vilarejo onde morava, veio a seca, e ela resolveu enfrentar uma longa jornada até o mar, aquele lugar misterioso e infinito onde poderia nadar para sempre. Nessa viagem ela conhece diversos animais – alguns que a ajudam, outros que só atrapalham – e com eles descobre que a vida, assim como o mar, pode ser muito maior, mais imprevisível e emocionante.

Conto – Sentimentos – Descobertas

Coisas de mãe

ALVES, Sílvia – Editora Paulinas

Todos os dias, no começo da tarde, a menina adormecia no colo da mãe, embalada por uma canção que a seguiria sempre na sua vida. Coisas de mãe, da escritora portuguesa Sílvia Alves, é um texto eminentemente poético que sustenta uma infância nutrida pelo afeto materno, enquanto o pai estava longe de casa. Mãe e filha passavam os dias juntas: regavam a horta, assistiam ao pôr do sol, apreciavam o cheiro das maçãs… e acrescentavam muitos pontos às histórias; as mesmas passadas de pai para filho, como a da cigarra e da formiga. E havia muitas formigas e muitas cigarras… tantas que era possível inventar história para cada uma delas. O ilustrador João Caetano imprime sua interpretação imagética à história, conferindo autonomia às imagens, que, paralelamente, constroem a sua narrativa. Ele utiliza várias técnicas e seduz o leitor para os cantos das páginas, para fora das molduras, para dentro da boca do lobo… convidando-o para uma viagem que não tem fim.

Conto – Mãe – Sentimentos – Carinho

ABAFA ! fofocas blogásticas de Sofia

COOPER, Rose – Editora Vergara & Riba

A vida de estudante não é nada fácil, ainda mais quando as pessoas buscam atingir altos índices de popularidade. No mundo ‘teen’ vale tudo, até mesmo escrever um blog com os melhores (ou piores) ‘bafos’ da escola. Sofia adora fofoca e vai fazer de tudo para transformar as conversinhas do banheiro das meninas nos posts mais comentados de seu colégio.

Conto – Relatos – Diário

As irmãs vampiras: uma delícia de amiga

GEHM, Franziska – Editora Vergara & Riba

Mudar de cidade não é nada fácil. Ainda mais quando estamos muito habituados ao lugar onde moramos. As gêmeas, Dakaria e Silvânia, estão passando por isso. Mas não se trata de uma simples mudança – pra quem nasceu na Transilvânia isso pode ser bastante complicado. Elas vão tentar, então, levar uma vida ‘normal’ numa cidade pequena. Mas como, sendo vampiras? Pra isso elas terão que encarar a nova realidade e esconder seu lado vampiro. Isto significa – nada de superpoderes, nada de dormirem penduradas no teto nem durante o dia. Mas, mesmo sendo gêmeas, Daka e Silvânia são muito diferentes. E essa nova vida vai trazer a tona diferenças. Daka quer voltar para a Transilvânia, enquanto Silvânia quer ter uma vida comum, como todos os colegas que vão à escola, são descolados e têm sempre uma paquera. Mas nada é muito tranquilo, nem o primeiro dia de aula, para quem nasceu na Transilvânia. O bom mesmo era ter uma amiga para ajudá-las a descobrir os mistérios e as curiosidades desse novo mundo.

Ficção – Aventura – Vampiros

O livro dos buracos

DIDIER, Claire – Editora Vergara & Riba

Nesta obra o leitor pode acompanhar o senhor Buraco, um colecionador de buracos, em sua aventura, na qual percorre diferentes lugares do planeta em busca de novas peças para sua coleção. Buracos pequenos e grandes; buracos da comida, do queijo e do bolo; buracos da engenharia, por onde passam os metrôs e os trens. Sem esquecer os buracos da natureza, feitos pelo tatu e pela formiga; e os buracos do corpo humano.

Conto – Ficção

O livro das caras

DIDIER, Claire – Editora Vergara & Riba

Este livro procura trazer curiosidades que tem a ver com caras e cabeças. Busca mostrar por que é a cara que identifica cada pessoa, como funcionam as expressões faciais, o que passa dentro da cabeça quando dorme, o que são os sonhos, por que os artistas gostam de pintar retratos e outras.

Artes – Rostos, Pinturas – Jogos

Os meninos de marte

ZIRALDO – Editora Melhoramentos

Este é o quinto livro da série Os Meninos do Espaço, começou com a história do Menino da Lua e se encerrará com a saga do Menino do Sol. A ideia é lançar um livro por ano, e a série tem – como afirma Ziraldo – a intenção de garantir ao autor mais dez anos de vida, pois escrevê-la o impedirá de subir – literalmente- para o espaço antes que ela termine.

Conto

Antes de virar gigante: e outras histórias

COLASANTI, Marina – Editora Ática

Mestra do ritmo das palavras, Marina Colasanti tem o dom de transformar em poesia até a mais prosaica das experiências, como uma lagartixa que aparece no banheiro ou uma caminhada com o bicho de estimação. A autora passeia com segurança por diversos gêneros literários e cria universos cheios de fantasia, que levam o leitor por reinos em que moças tecem seu próprio destino com lãs coloridas, castelos voam movidos a risos e zebras aparecem bem no meio da sala de estar. E Marina ainda é artista plástica de mão cheia: prova disso são as belas ilustrações que criou para este livro.

Contos

Quebra-Nozes & Camundongo Rei

HOFFMAN, E. T. A. – Editora Berlendis & Vertecchia

A pequena Marie se vê às voltas com estranhos acontecimentos desde que ganhou de Natal um curioso senhorzinho quebra-nozes. Os objetos ao seu redor parecem ganhar vida – as bonecas, os soldadinhos de chumbo de seu irmão… até que surge uma horripilante criatura para estragar tudo. Um mundo encantado está em perigo e, para piorar, ninguém mais acredita nela.

Romance – Ficção

As Brincadeiras do mundinho

BELLINGHAUSEN, Ingrid – Editora DCL

Qual é a sua brincadeira predileta? A autora e ilustradora Ingrid B. Bellinghausen nos convida a conhecer As brincadeiras do Mundinho e descobrir se as de lá são as mesmas que as daqui. Convide seus amigos e vamos brincar!

Conto – Brincadeiras infantis – Brincadeiras antigas – Parlendas

Os arquivos de Sherlock Holmes

DOYLE, Arthur Conan, Sir – Editora Martin Claret

Era uma satisfação para o Dr. Watson encontrar-se uma vez mais na sala em desordem do primeiro andar de Baker Street, ponto de partida de tantas aventuras memoráveis. No entanto , ele não esperava encontrar o seu amigo Sherlock Holmes correndo perigo. O incrível detetive inglês estava prestes a concluir o caso de Pedra Mazarino e estava sendo ameaçado de morte. O toque da campainha parecia anunciar a Watson um destino trágico para aquela noite.

Essa é uma das mais fabulosas histórias narradas por Watson sobre as aventuras do detetive inglês mais arguto do mundo, e este é o último livro escrito por Conan Doyle sobre Sherlock Holmes.

Romance policial – Mistério

Poesia faz pensar

Coleção Para gostar de Ler, v. 46

O que se esconde na engrenagem dos poemas? Como as palavras combinam suas mil faces secretas? No segredo dos poemas está a capacidade de fazer sentir. Muitas não só. Bons são capazes de fazer pensar. Muitas vezes, comovidos, esquecemos que por trás dos versos há racionalidade, intenção e lógica. Esta antologia traz poemas de vários autores…, decifra os poemas junto com o leitor, convidando-o a encaixar as pequenas peças que formam sua engrenagem e a perceber, sem preconceitos, que o raciocínio acompanha as grandes emoções que vivenciamos a ler poesia.

Autores: Carlos Drummond de Andrade, João Cabral de Melo Neto, Vinícius de Moraes, Mário de Andrade, Fernando Pessoa, Renata Pallottini, Luís de Camões, Castro Alves, Álvares de Azevedo, Antero de Quental, Augusto dos Anjos, Bocage, Cesário Verde, Cruz e Sousa, Olavo Bilac, Fagundes Varela, Gonçalves Dias, Sá de Miranda, Tomás Antônio Gonzaga.

Poesia – Antologia brasileira

Era uma vez…

VILARDO, Cacau  – Editora Paulinas

Uma menina nem bonita nem feia encontrou um livro nada comum: nele havia somente uma página com a seguinte frase: Era uma vez… Intrigada, a menina ficou imaginando que história poderia ser contada. Então, passou uma cigarra com seu violão, uma princesa de carruagem, dois irmãos jogando migalhas, um gato de botas, um menino do tamanho de um polegar… personagens cujas histórias bem que caberiam naquele livro, não fosse o desejo da menina em contar a SUA história.

Era uma vez… é quase uma metalinguagem dos contos de fadas da Literatura clássica para crianças. Com uma narrativa construída com criatividade, sob um tema atraente e com desfecho aberto.

Conto – Criatividade

Diário de Cecília

Manzano, SylviaEditora Paulinas

O diário de Cecília tem conteúdo atual, forte e atraente. Os temas colocados em discussão são tratados com seriedade, mas sem rigor. A personagem Cecília é inteligente, autêntica e consegue fazer parte do grupo sem abrir mão dos seus valores. Sem apresentar um mundo cor-de-rosa nem tampouco desenhar um espaço pungente, Sylvia Manzano sustenta a história com destreza e garante uma leitura divertida, provocadora de reflexões.

Cecília é uma adolescente perto dos 13 anos. Incentivada pela professora de Português, a menina inicia um diário no qual relata, principalmente, sua relação com a mãe, seu interesse pela leitura e pelas artes, mas também as angústias de qualquer adolescente: o interesse pelos meninos, a preocupação com a aparência, a necessidade de identificar-se com o grupo.
O diário de Cecília, com humor, linguagem jovial e antenado com as questões atuais, faz do leitor um cúmplice dessa fase tão angustiante: a adolescência.

Conto – Diário – Relatos

Menino irrequieto

POUGY, Eliana – Editora Moderna

Este livro conta a história de um menino com talento para a dança: ele adorava girar, pular, ficar de ponta-cabeça. Ele gostava também de observar os movimentos dos animais, das plantas e das pessoas. Ele não parava nunca! Ao entrar na escola, ele conhece uma professora que, em vez de coibir seu comportamento sensível e persistente, o valoriza e ainda desenvolve nela e em seus colegas um verdadeiro amor pela arte! O menino irrequieto permite às crianças usar a imaginação de maneira lúdica e criativa.

Conto – Arte – Ballet

Solange Braga – Bibliotecária

 

 

Assine nossa newsletter