TUTORIA

Educar, do ponto de vista agostiniano, é uma missão mais ampla do que escolarizar, formar mais do que instruir é oportunizar gradativamente a autoeducação por meio de uma pedagogia crítica, participativa e libertadora.

A tutoria parte da necessidade da mediação pessoal para educar, ou seja, fazer crescer o educando como pessoa, pois se destina não apenas a “saber-fazer”, mas a “saber-ser”. Neste sentido, a tutoria é coerente com a concepção de educação agostiniana e tem como objetivo principal, estreitar vínculos entre professor-aluno e tutor-família.

O tutor é o mediador da aprendizagem integral, ele desenvolve uma visão global sobre as necessidades e potenciais do aluno individual e integrado a sua turma, aos professores e à família. Acompanha e comunica-se com seus alunos de forma sistemática, planejando, dentre outras coisas, o seu desenvolvimento e avaliando a eficiência de suas orientações.

A tutoria pressupõe uma ação continuada da equipe educativa sobre cada aluno, busca colher informações pertinentes a realidade do aluno para confrontá-las com suas necessidades acadêmicas a fim de programar ações com o aluno e sua turma que resultem em superações pessoais. Com a convivência e o conhecimento diário, cria-se um vínculo de confiança com o aluno, que por sua vez fortalece a eficiência do aprendizado e alavanca as mudanças características de um processo educativo.

Na Educação Infantil e nos anos iniciais de Ensino Fundamental, a tutoria é realizada pelo professor regente da turma. Do 6º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio, o tutor é um dos professores que lecionam na classe. A tutoria é uma atribuição anual.

O contato entre família e Colégio é feito por meio do tutor e, se necessário, o tutor orienta os demais contatos.

A tutoria não é tarefa exclusiva de tutores, mas de toda a comunidade educativa, que tem no tutor um elo de contato privilegiado com o aluno, por isso podemos afirmar que o Colégio apresenta um diferencial na procura de uma educação de qualidade.

O CSA está em tutoria e depende do envolvimento de toda a comunidade educativa e da confiança e apoio da família.

Reiterando o compromisso de educarmos juntos, desde já, agradecemos sua colaboração.

Atenciosamente,

A Direção

 

UM OLHAR SOBRE A TUTORIA

“Necessitamos um do outro
para sermos nós mesmos”.
(Santo Agostinho, Comentário
aos Salmos 125,13).

Quando a Tutoria iniciou no CSA, há dez anos, ainda não conseguíamos perceber a dimensão dos caminhos que se abririam à nossa frente. Desde então, temos participado de um processo que transformou as nossas concepções sobre educação e relação professor-aluno.

Hoje, temos a plena certeza de que estar em Tutoria é fazer parte de um projeto que tem como objetivo a Educação Integral. Nosso trabalho não é direcionado apenas à formação acadêmica e intelectual, nós também nos preocupamos com o desenvolvimento emocional e social de cada aluno, buscamos desenvolver um espírito crítico e preparado para enfrentar as adversidades do dia a dia. Vivenciar a Tutoria é alimentar nossas práticas diárias com o carisma agostiniano, a marca do nosso Colégio.

Aprimoramos o nosso olhar constantemente. Olhamos para cada aluno como um ser único. Aprendemos que, educar é humanizar, é preparar cada ser para os desafios e dificuldades pessoais, encarando cada experiência como uma oportunidade de crescimento.

Ser tutor é criar vínculos. Buscamos uma aproximação maior com as famílias, pois entendemos a importância das relações familiares no desenvolvimento individual de cada um. Estreitamos, também, os laços entre professor e aluno, ensinamos a empatia e a importância da amizade e do respeito. Ser tutor é saber ouvir e ensinar a ouvir; é ser paciente e ensinar a paciência; é mostrar a importância do dividir e compartilhar experiências.

A Tutoria é um diferencial na Educação Agostiniana e representa um benefício não somente para os alunos, mas para nós, tutores, também. Ao exercitarmos o nosso olhar para o outro, aprendemos a olhar para nós mesmos. A cada dia amadurecemos e nos tornamos mais humanos, mais agostinianos. Santo Agostinho já dizia que “Necessitamos um do outro para sermos nós mesmos”. (Santo Agostinho, Comentário aos Salmos 125,13).

Com esse projeto, aperfeiçoamos as nossas práticas e compartilhamos conhecimentos e sentimentos. Nós, tutores, nos orgulhamos da oportunidade que temos ao participar e fazer a diferença, deixando a marca da Tutoria Agostiniana na vida de cada aluno que passa pelo CSA.